sábado, 10 de janeiro de 2009

video

Raul Seixas era um poeta, místico e filósofo. O fundamento da verdadeira sociedade alternativa, conciste em jamais viver de acordo com a ideologia daqueles que venderam suas vidas para si mesmo ao pequeno preço de serem apenas eles pelo resto de suas vidas.
Segundo o seu próprio espírito caído, cego, surdo e perdido.
Mas, nunca é tarde para começar tudo de novo!
Raul Seixas deixou um vácuo gigantesco na música e na cul-
tura moderna, especialmente no que diz respeito a sua mensagem
que não foi completada.
Ele tinha uma missão impar, sem igual, fantástica, com seu geito rebelde
aos velhos tabus, as regras e paradigmas impostos pelo caótico e anacrônico capitalismo selvagem, desumano e cruel da ditadura e das falsas religiões.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009










RAUL SEIXAS era um cara que sabia muitas coisas sobre a o espírito humano.
Como ele mesmo cantou na música : Eu nasci a dez mil anos atrás.
O nosso espírito na verdade é antiguíssimo, todos nós já existíamos antes de ganharmos um corpo humano.
Mas a igreja romana fez de tudo para ninguem jamais saber de nada.




Vejam o clip Gita no final da página!









" NÓS Somos de ontem e hoje nada sabemos.
(Jó 8:9) "







Quem era Raul Seixas ?
Raul era um cara muito diferente dos demais de sua época, ele não vivia e nem falava coisas atuais, ele estava sempre além da realidade em todos os senti
Muitos o chamava de louco, mas será que ele era mesmo maluco?
O que podemos analizar entre loucura e razão?
Na verdade a loucura não existe sem razão e nem a razão sem a loucura.
Uma pessoa considerada louca em uma certa época, poderá ser considerada um gênio em ourta.
Ao longo da história da humanidade todas as passoas que foram consideradas loucas com suas invenções criativas, mais tarde foram reconhecidas como grandes gênios.
Raul Seixas teve muita dificuldade em adaptar-se por ver as coisas por uma ótica diferente, ele não se conformava com as mermisse de todos, ele era um protestante à idéias concideradas imexíveis pela sociedade.
E neste mundo em que vivemos, quando uma pessoa tem uma visão diferente dos demais, a pessoa começa a ser excluidas dos diversos grupinhos de luluzinhas que existe por aí.
Raul seixas tinha uma idéia muito fote do que era a vida, e batia contra a muitos movimentos consciderado imerxiveis na sociedade ,tanto político como religioso
Ele foi filósofo, músico, cantor, compositor e ator, nasceu em Salvador Bahia e veio morar no rio de Janeiro depois de um serto tempo, onde fez faculdade de filosofia.
Era muito inteligente, em vez de escrever livros de filosofia, Rau, escreveu músicas que traziam uma mensagem tão profunda que daria para fazer um livro com com letras de musicas de três minutos, e sobre isso que eu gostaria de falar.
Mas, chegou um determinado momento na vida de Raul que ele foi se destancindo de Deus ou das coisas sagradas que ele mesmo lera na Bíblia, e começou a se intereçar pela filosofia de Aleister Crowley e do caminho do egoismo, como ele mesmo se declarava: "eu sou egoista
Aleister Crowley era um filósofo inglês do século 19, considerado por muitos um bruxo e satanista.
Seu pensamento e pregação se resumia basicamente no conteúdo da obra chamada livro da lei e na doutrina conhecida por Thelema ( palavra grega que significava VONTADE) e de que pode ser resumida em fazer o que quizer, nunca questionando os tais gostos e impulsos.
Os princípios hedonista de Crowley, com a pregação do aproveitamento dos prazeres terrenos, incluindo o sexo e drogas, foram base para todas as doutrinas satanistas que se seguiam.
Crowley se declarava satanista e o anti-cristo, tendo tomado para si próprio a denominação de o número 666.
Muitos cantores e bandas do rock americano como Jimmy Page, guitarrista do Led Zeppelin, além de conseguir manuscritos e objetos pessoais de Crowley Pege chegou a comprar a manssão do bruxo às margens do Lago Ness onde Crowley teoricamente fazia seus rituais de bruxaria.
E Aleister Crowley o sujeito da música Mr Crowley de Ozzy Osbonnne, o disco Serventn of a seventh son do Iron Maidem possui várias citações a trechos da obra de Aleister Crowley.
No rock do Brasil a maior personalidade ligada ao pensamento de Crowley foi Raul Seixas.
A musica Sociedade Alternativa, entre outras, são exemplo disso. Ao final da música Sociedade Alternativa, Raul Seixas grita para o público: "o número 666 chama-se Aleister Crowley, A lei de Thelema...esta é a nossa lei e a alegria do mundo.
Faz o que tu queres, há de ser tudo da lei.
E todo homem e toda mulher é uma estrela, são trechos da obra de Crowley.
INFELISMENTE NO DIA 21 DE AGOSTO MORRIA RAUL SEIXAS...
Calsa da morte: pamcreatite crônica, ipogricemia e parada cardio respiratória.
O Nosso querido Raul Seixas findou o seu tempo e partiu para o mundo das eternas dimensões.
Eu sempre fui fã do Raul, e de tanto pençar nas letras de suas músicas, em uma serta noite eu tive um sonho, e um homem se aproucimava de mim e começou a me explicar muitas coisas da vida, e do universo, que eu não entendia, e Ele, o personagem do meu sonho, passou a me explicar e abrir o meu entendimento, e Ele me falou que apartir daquela noite em tudo o que eu colucasse os meus olhos eu enchergaria uma outra dimensão. E realmente, da quela noita em diante eu nunca mais fui o mesmo cara passei a enchergar a vida com outros olhos, nunca mais me deixei ser levado pelos ventos das ilusões e falsas emoções que tanto me arrastava para um abismo sem fim.
E apartirde agora, em simplis palavras, irei tentar revelar a todos à mensagem oculta nas letras de algumas músicas do Raul Seixas. E me disse aquela pessoa no sonho: que ele tinha falado com o Raul para que ele transmitisse a verdadeira mensagem do segredo do universo e de todas as coisas, através das músicas e ele relutou, deixando o seu tempo passar.
Me descupem alguns fãns do Raul Seixas que dirrepente possa extranhar essa mensagem, mas, eu não posso ser desobediente ao meu chamado, porque eu bem sei das duras consequências que me virão se eu não transmitir essa mensagem ao mundo.

O VERDADEIRO SIGNIFICADO DAS MÚSICAS:

Paranóia:

“Eu vivo procurando em tudo quanto é lugar...
Nos bares, nas igrejas eu tentei encontrar...
Nos becos nas esquinas, na lama e no pó...
Até no bolso do meu palitó...

Eu sei que essa coisa que eu tenho que achar...
Talvés tão perto que a mão não possa tocar ...
Quem sabe, uma gilete talvés no coração...
Olhei até debaixo do meu colchão.”

O nome dessa música é Paranóia, e revela algo muito interessante sobre o Raul, ele nasceu com um propósito muito especial, como ele mesmo se intitulava do mensageiro do Apocalipse, ele tinha um chamado de DEUS para fazer uma grande revolução espiritual no mundo,uma renovação entre as religiões superficiais do mundo, assim como foi Martinho Lutero, que revolucionou o protestantismo.
Até o próprio Raul Seixas conta em um de seus vídios, que durante algum tempo em sua carreira, muitas pessoas o procurava como se ele fosse um profeta.
Ele conta que um dia ele estava fazendo um show
E uma mãe entrou com uma criança nos braços muito
Doente, e os seus fãs levantaram aquela criança três metros de altura para alcançar Raul no palco, para que ele tocasse naquela criança para que ela ficasse curada.
Raul Seixas ficou muito perplexo durante algum tempo, e não sabia qual caminho a seguir, se o da revolução espiritual, ou o da liberdade
Do egoísmo como ele mesmo chamava de nova reciclagem.
Como ele mesmo declarou dizendo “eu sou egoísta”,
e não posso ser líder de nenhum movimento espiritual.
Mas, ele tinha um chamado muito especial, ele tinha o dom de arrebatar as mentes dos jovens de todas as idades.
Raul foi muito inteligente, foi cantor, músico, compositor,
e filósofo.
Formou-se em filosofia no Rio de Janeiro, e morou lá por muito tempo.
Infelizmente as drogas consumiram sua vida, no dia 21 de agosto de 1989 aos 44 anos morria Raul Seixas, causa da morte: pamcreatite crônica, hiperglicemia, e parada cardíaca.

Seu nome completo: Raul Santos Seixas, natural de Salvador.

Muitas pessoas são fã do Raul mas, não prestam atenção nas letras de suas músicas ou não querem prestar.
Raul era um cantor muito diferente dos demais, ele não se encaixava
Nos tipo de músicas da MPB, Música Popular Brasileira, ele fazia músicas de protestos, contra temas que para a sociedade eram imexí-
veis.
Muitos o chamavam de louco.
Mas, o que é um louco?
A loucura não existe sem razão nem a razão sem a loucura.
Uma pessoa considerada louca em uma serta época, conserteza será considerada um gênio um tempo depois.
Ao longo da história da humanidade todas as pessoas criativas foram consideradas loucas durante muito tempo.
Raul Seixas era um homem muito a frente de sua época e teve muitas dificuldades de adaptação, ele via as coisas por uma ótica especial.
Quando uma pessoa tem uma serta visão da vida e das coisas e principalmente do que é a verdade para ele, conserteza levantará muitas polemicas.
Muitas pessoas gostam muito de Raul, se maravilha com a sua rebeldia, mas, não conseguem compreender o que ele realmente começou transmitir e não pode terminar por causa de sua morte.

Algumas músicas do Raul tinha um sentido espiritual muito profundo.
Raul Seixas foi um grande filósofo que em vez de escrever livros ele fazia musicas de três minutos com mensagens tão profundas que
Para se interpretar, teria que fazer um livro de muitas páginas.

Mas, a verdade é a seguinte, DEUS de tempos em tempos, envia um anjo para encarnar aqui na terra, para transmitir uma mensagem toda especial aos homens, só que quando esse anjo nasce como ser humano dependendo do ambiente em que será criado, ele poderá se influenciar com as coisas desse mundo, empolgando-se com as paixões desse mundo, e o seu caráter acaba sendo contaminado, e ele esquece do juramento que fez perante a justiça divina, de transmitir uma mensagem de paz e luz aos corações dos homens perdidos em trevas.
Porém, o amor de DEUS é tão grande, que Ele, jamais desistirá, e sempre enviará outros anjos para executar a missão que não foi execultada por aquele anjo que acabou caindo, vejam:

“E disse o dono da colheita: Eis que há três anos venho procurar fruto
nesta figueira e não o acho; corta-a. Por que ela ocupa ainda a terra inutilmente?
E, respondendo ele, disse-lhe: Senhor, deixa-a este ano, até que eu
A escave e a esterque;
E se der fruto, ficará; e, se não, depois a mandarás cortar.”(Lucas13:6-9)

E Como diz a parábola do semeador é a realidade da vida humana vejam:


A Parábola do Semeador (Lucas 8:6 -15)

“Um semeador saiu a semear a sua semente, e, quando semeava,
Caiu alguma junto ao caminho e foi pisada, e as aves do céu a come-
Ram.
E outra caiu sobre pedra e, nascida, secou-se, pois que não tinha umidade.
E outra caiu em espinhos, e, crescendo com ela os espinhos, a sufo-
caram.
E outra caiu em boa terra e, nascida, produziu fruto, cento por um.
Dizendo Ele estas coisas, clamava dizendo: Quem tiver ouvido para
ouvir, que ouça.

A semente significa também as pessoas que nascem neste mundo,
Como a parábola do joio e do trigo, a boa semente é o trigo que são
Os escolhidos, e o joio são os filhos do malíguino que é o próprio diabo que semeou através de Adão e Eva ao nascer Caim.

“A que caiu em boa terra, esses são os que, ouvindo a palavra que diz: ( A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Isaias 6:8) esse, ouvido o chamado conserva-o num coração honesto e bom e dar frutos com perseverança.”( Lucas 8:15)


A explicação da música Gita

Essa música foi inspirada do livro Bhagavad gita, um livro indiano que na verdade, ninguém sabe quem realmente escreveu, é um dos livros mais antigo da humanidade, como a Bíblia.
Bhagavad Gita é para os indianos como é a Bíblia para os cristãos.
Esse livro fala da história da revelação do Todo, do absoluto, do que é a vida, do que é DEUS, o que seria a revelação da grande resposta.
Quando a música Gita, do Raul Seixas, diz: Eu sou isso, eu sou aquilo, não está falando do Raul Seixas, de maneira nenhuma, está falando de cada um de nós. Ou seja, do nosso espírito, cada um é a sua própria estrela, luz ou treva, céu ou abismo.
No texto do livro Bhagavad-Gitã em que o guerreiro arjuna, interroga Krisna sobre o seu significado, Krisna, que é um espírito revelando os mistério do mundo espiritual em todos os sentidos, desde a crisação dos espíritos pelo O Todo, até as suas manifestações mais camufradas
na natureza e forma humana.
E o espírito disse à arjunas:
Entre as estrelas eu sou a lua...
Explicação: Por mais que a parte exterior do ser humano possa brilhar como uma estrela do céu, o seu interior apesar de está para muitos invisível, essa parte que é o nosso espírito, é como a lua que querendo agente ou não, jamais deixará de vê-la em uma linda noite de lua cheia estando a lua bem no centro do céu.
Entre os animais eu sou o leão...
Explicação: O leão é o rei dos animais na escala zoológica, e assim como a parte humana, carnal , e exterior do homem é um animal racional, sendo a mente que comanda, que dá as ordens e etc, ela é o centro intelectual de toda a inteligência, e destreza, e isso tudo é o espírito o rei da cabeça do animal pensante.
Dos peixes eu sou o tubarão...
Explicação: Assim como no mar existe tantos tipos de peixes que podem ser até mesmo amestrados pelo homem e ser totalmente doceis com os gorfinhos, a baleia, a foca, existe também o perigo dos dos oceanos, que é o tubarão, violento, inprevisível e mortal।
Assim é o espírito humano. O criador da psicanálise o Dr. Sigmund Freud, (1856 á 1936) diz que
o spírito humano reprimido no subconsciente , que é a parte mais baixa do espírito humano, encontra-se o campo dos instintos naturais e impulsos que são de índole ante-social que não permite repressão ou derivação alguma e se manifesta em forma de atentado contra o pudor, violações, atos brutais de violência, impulsos, roubos, crimes e morte.
É isso o que quer dizer essa frase quando diz: eu sou o dente do tubarão.
Eu sou os olhos do sego e a segueira da visão..
Explicação: O que nos faz ver as coisas como são nos dando a noção de enchergar é a percepção do sentido da visão que é dirigido pela nossa mente, e a nossa mente é o nosso espírito, ou psiquê, porém o nosso espírito sabe, mas ele somente tem consciência enquanto é consciente de si mesmo.
Se o espírito da pessoa não sabe quem ou o que ele é, está vivendo em uma grande escuridão mental, e esse espírito é a própria segueira da visão daquela pessoa.
JESUS falou: veja que a luz que pensais que tem, não seja trevas.
Sou o amargo da lingua...
Explicação: Tudo o que o espírito do homem semear isso ele colherá.
É o próprio espírito do homem que faz ele desejar coisas para ele mesmo se auto destruir.
De todas as criações eu sou o início, o fim e o meio...
Explicação: A nossa parte espiritual foi o nosso começo quando fomos criados na forma de anjos antes da queda, o nosso espírito é o nosso início, ele é o meio pelo qual estamos vivendo dentro desse corpo, e ele estará em nosso fim, ou seja na nossa ultima etapa final da nossa existência só restará a parte espíritual.
O nosso espírito foi o nosso início, o meio como somos aqui na terra, e será o fim.
Das letras eu sou o A...
Explicação: O início de tudo.
Eu sou a morte que tudo devora e o gerador de todas as coisas ainda por existir...
O desejo do espírito do homem é de coisas que acabam levando-o à morte, mas, ele pode com a ajuda de DEUS reverter essa situação e criar tudo aquilo de bem que ainda não veio a existir.
E assim por diante...é o próprio espírito que é o jogo de azar dos enganadore... e etc, .
Isso é o que obviamente se baseia os versos da música Gitã, revela que tudo o que o homem faz, quer seja bom ou ruim, é o seu próprio espírito que está agindo em totalidade.
Uma das frases mais interessante dessa música que revela por completo o espírito de cada ser humano, é a que diz:
“Sou Raso, Largo, Profundo.”

Segundo a psicanálise que é a análise do espírito e da alma humana,
Diz que o homem é um animal racional composto de corpo, alma e um
Espírito que vive reprimido dentro do confim anímico de sua mente sub-
Consciente, que também é o pavimento mais baixo do espírito humano.
Sendo a parte mais profunda da nossa personalidade anímica.
A definição do nosso subconsciente segundo a psicanálise é:
A parte mais profunda de nossa mente, é a parte obscura, hermética, oculta
Inacessível; é o ancestral, ou seja aquele que existiu a muito tempo atrás, ou
Aquele que veio do passado, é o mais antigo que existe em nós, é o campo dos
Instintos, ou força animal misturada com um intelecto inteligente, ou um ser espiritual
dependente do natural, que permanece em repouso, sem sofrer nenhum conflito.
E o nosso espírito é comparado com um ice berg, aquele cubo de gelo que flutua no
Oceano, e só mostra na super fisce apenas dez por cento do seu tamanho e os outros
Noventa por cento fica escondido nas profundezas do oceano.
Assim é o espírito do ser humano as vezes dissimula-se com um falso humanitarismo
Quando que na verdade por dentro está cheio de engano, mentiras, e maldades.

Então quando a frase da musica Gita diz: Sou raso, está dizendo : que ele, ( espírito humano
Humano) apresenta-se de uma forma rasa, ou seja apenas dez por cento do que ele realmente é.
E quando diz: Sou largo, está dizendo: que o espírito humano é espaçoso, folgado, quer sempre mais e mais, é insaciável, torto, malquisto desde que chega ao ventre. (Salmo 58:1-5)
E quando diz: Sou profundo, é exatamente o que Freud diz que o nosso espírito esconde-se nas pro-
Fundezas do pavilhão da mente subconsciente.

Cada um dentro do próprio processo terá que interagir com o Todo para se auto-rastaurar através da Ponte chamada JESUS o Salvador.

Vejam a letra da música Gita:

Eu que já andei pelos quatro cantos do mundo procurando,
Foi justamente num sonho que Ele me falou.
As vezes você me pergunta
Por que é que eu sou tão calado?
Não falo de amor quase nada...
Nem fico sorrindo ao teu lado.
Você pensa em mim toda hora
Me come me cospe e me deixa
Talvés você não entenda...
Mas hoje eu vou lhe mostrar...
Eu sou a luz das estrelas...
Eu sou a cor do luar...
Eu sou as coisas da vida...
Eu sou o medo de amar...
Eu sou o medo do fraco...
A força da imaginação...
O blefe do jogador...
Eu sou, eu fui, eu vou. Eu sou o seu sacrifício, a placa de contra mão...
O sangue no olhar do vampiro...
E as juras de maldição...
Eu sou a vela que ascende ...
Eu sou a luz que se apaga...
Eu sou a bera do abismo...
Eu sou o Tudo e o Nada...
Por que você me pergunta, perguntas não vão lhe mostrar,
Que eu sou feito da terra do fogo da água e do ar...
Você me tem todo dia, mas não sabe se é bom ou ruim...
Mas, saiba que eu estou em você...
Mas, você não está em mim...

Das telhas eu sou o telhado...
A pesca do pescador...
A letra A tem meu nome...
Dos sonhos eu sou o amor...

Eu sou a dona de casa, nos pegue e pagues do mundo...
Eu sou a mão do carrasco...
Sou raso, largo, profundo.

Eu sou a mosca da sopa...
E o dente do tubarão...
Eu sou os olhos do cego...
E a cegueira da visão.

Mas,Eu sou o amargo da língua...
A mãe o pai e o avô...
O filho que ainda não veio...
O início o fim e o meio...
Eu sou o início o fim e o meio.

O resumo da mensagem é:O" Eu sou", é o espírito de cada um.








A música : " Pedro "




Essa música é uma simbologia que representa um diálogo entre a mente inconsciente e a mente consciente.
Ou a parte mental conversando com o corpo físico que sente na própria pele todo impacto dos impulsos provocado
pelo espírito.
Então apartir desse pressuposto, fica mais fácil do amigo leitor entender o que Raul Seixas está
Dizendo com a música “Pedro”.

Explicarei agora o significado da letra da música:


Pedro


Quantas vezes Pedro você fala
Sempre a se queixar da solidão...
(explicação: Quase sempre o ser humano
Se sente só mesmo estando no meio de uma
Multidão)

Quem te fez com ferro fez com fogo
Pena que você não sabe não...
(explicarão: As Escrituras Sagradas revelam que
DEUS criou o homem já sabendo o que o seu espírito
Era rebelde, e sua testa semelhante ao bronze e em seu
Pescoço havia um nervo tão duro que era semelhante ao ferro.
O bode tem a testa tão dura que é capais de derrubar um boi
Com uma testada.
O bode também é símbolo da rebeldia do próprio satanás.
O profeta Isaias escreveu o que DEUS lhe revelou em uma visão
A respeito da natureza do ser humano.

Disse o profeta Isaias:

Assim diz O SENHOR DEUS aos moradores da Terra:
Eu bem sabia que eras prevaricador desde o ventre.
E eu bem sabia que eras duro, e a tua cerviz, um nervo de ferro,
E a tua testa, de bronze. ( Isaias 48:1-11)
Todos os animais assim como todas as coisas existe com um signi-
ficado específico, e o bode é símbolo da rebeldia do próprio satanás.
O bode tem uma testa tão dura que é capaz de derrubar um boi com
apenas uma testada, no pescoço do boda tem nervos que parecem ferro.

A palavra prevaricador significa: faltar ao dever, por interesse
próprio, por má fé aos deveres do seu cargo ministerial, torcer
a justiça ou a lei, corromper, perverter, isso é cometer crimes
de prevaricações.
E no livro de Judas diz a respeito dos anjos que pecaram:
E aos anjos que não guardaram os seus domínios ou seu principado, DEUS
Os reservou em prisões em baixo na Terra. (Judas 1.6)

Então quando a música Pedro do Raul Seixas diz: Quem te fez com ferro,
está se referindo-se a isso, o homem é um ser que tem a servis dura como um ferro
ele não se deixa levar facilmente pelas coisa de DEUS, mas, para as coisas erradas
ele é fascinado porque o seu espírito é torto desde o ventre.
E além disso tudo, ele não sabe porque é assim.
Mas o homem também é feito com fogo, que é a energia do próprio espírito que se
encontra apagado e precisa desesperadamente ser aceso para que ele tenha nova-
mente a vida.

Vai pro seu trabalho todo dia
Sem saber se é bom ou se é ruim
Quando quer chorar vai ao banheiro,
Pedro as coisas não são bem assim.
(Explicação: As pessoas vivem como robôs,
Toda vez que eu sinto o paraíso
Ou me queimo torto no inferno
Eu penso em você meu pobre amigo
Que só usa sempre o mesmo terno
(Explicação: Isso quer dizer se a pessoa sente o paraíso
Ou seja, está feliz, tudo está certo em sua vida, ou ela se
Queima no inferno, quando tudo dá errado, diz a letra:
“Eu penso em você meu pobre amigo que só usa sempre
o mesmo terno” Esse mesmo terno que Pedro está sempre
usando é o seu corpo físico, de carne e osso,” Pedro” é o consciente, a mente
de cada um, e o terno é o corpo que sente todo baque das atitudes não pensadas.

(refrão)

Pedro onde sê vai eu também vô
( Ex: Onde Pedro vai, diz a letra da música
Eu também vô; Onde o corpo da pessoa vai
O seu espírito vai também é lógico, mas, tudo
acaba onde começou, a jornada do espírito
humano teve início na forma espiritual, e um dia vai acabar
voltando para a mesma forma como começou.
Mas tudo acaba onde começou...


Tente-me encinar das tuas coisas
Que a vida é séria e a guerra é dura
(Ex: Aqui o espírito no inconsciente da pessoa diz:
“Tente me encinar das tuas coisas”
Que coisas são essas? As coisas do mundo animal,
Físico, material.
Aí o espírito diz: Mas, se não poder, cale essa boca
E deixa eu viver minha loucura.
O espírito do homem segundo a Bíblia é malquisto,
perverso, torto e louco.
Muitas pessoas, sente que precisam ser diferente,
e começam a participar de sertãs religiões, tentando
doutrinar o seu pobre espírito, mas, por aquela religião ser
superficial, ela acaba cedo ou tarde cedendo os caprichos
do seu espírito torto, isso é calar a boca e deixar o espírito
viver a sua loucura.

Mas se não puder cale essa boca, Pedro
E deixa eu viver minha loucura


Lembro Pedro aqueles velhos dias
Quando os dois pensava sobre o mundo do que se lembra
(Ex: Nesse verso, o espírito está dizendo que se lembra de quando conversava
Com Pedro, a respeito do mundo, os planos, os sonhos, à ser realizados, porém,
Quando Pedro, que é a mente consciente amadurece, não tem mas coragem de
Fazer as mesmas loucuras da juventude, aí o espírito diz: Hoje eu ti chamo de careta,
E Pedro não quer ser mais um perdido, vagante na vida, um vagabundo.
Hoje eu ti chamo de careta e você me chama vagabundo.
.

Todos os caminhos são iguais
O que leva a glória ou a perdição
(Ex: Na vida existem muitos caminhos, tantas portas,
tantas religiões, mas só existe um caminho que possui um coração,
e esse caminho se chama JESUS CRISTO, Ele mesmo disse:
“Eu sou o caminho, a Verdade e a Vida, dentro do peito de JESUS bate um coração
cheio de AMOR pelos espíritos da humanidade perdida.”

Há tantos caminhos tantas portas
Mas somente um tem coração (JESUS CRISTO)


E eu não tenho nada a ti dizer
Mas não me critique como eu sou
Cada um de nós é um universo, Pedro
Onde você vai eu também vô.






























































































































































































































video